Onde estou?  Fórum UOL Esporte > Basquete
  •  
Compartilhe:
  • Enviar por e-mail
  • Orkut
  • Facebook
  • Twitter
  • Avalie:
14/11/2015 10:29

Conheça as próximas estrelas da NBA: guia do College Basketball

  • Novo tópico
Páginas:  1  | primeira | anterior | próxima | última

Pandora da Fiel

Mensagens: 72380
Cadastro: 13/08/2009

Nível 7

Começa nesta sexta-feira mais uma temporada do basquete universitário dos Estados Unidos. Nela estarão as próximas estrelas da NBA, como o ala Ben Simmons de LSU, que joagarão em ginásios completamente lotados em um torneio imprevisível.

A NCAA, entidade que regula todo esporte universitário norte-americano, aprovou mudanças importantes. A principal delas é a redução do cronômetro de posse de bola de 35 para 30 segundos. Outras: árbitros poderão punir com falta técnica o jogador que encenar uma falta; técnicos não poderão pedir tempo enquanto a bola estiver em jogo, e os tempos técnicos foram reduzidos de cinco para quatro, sem poder levar mais que três para o segundo tempo; aumento da zona em que não pode ser marcada falta de ataque no garrafão, entre outras.

Todo ano a Associated Press consulta 65 jornalistas especializados para elaborar o ranking das melhores universidades na pré-temporada. Abaixo a lista completa, com um pequeno guia sobre as dez primeiras.

1 NORTH CAROLINA TAR HEELS

Campanha passada: 26-12, 11-7 ACC
Eliminado por Wisconsin no Sweet 16
Foram para a NBA: JP Tokoto (58ª, Sixers)
Estrela: Marcus Paige (PG)
Técnico: Roy Williams
Nomes históricos: James Worthy, Michael Jordan e Antawn Jamison

Pela nona vez a universidade de North Carolina aparece na primeira posição do ranking da AP na abertura da temporada, superando UCLA com oito e assumindo a liderança histórica. Muito pela base mantida (são quatro titulares que permaneceram) e, principalmente, pelo senior Marcus Paige (14.1 pontos). O problema é que Paige, que sofreu com lesões na temporada passada, quebrou a mão e perderá as primeiras quatro semanas.

Seus jogadores não estão bem cotados para o próximo Draft, o que pode mudar com a temporada em andamento. No entanto, o coletivo é muito forte. Além de Paige, há ainda Brice Johnson (outro senior) que liderou o time em rebotes (7.8) e a liderança do técnico Roy Williams, que entra na temporada com 750 vitórias - quarto entre os treinadores em atividade, atrás apenas de Mike Krzyzewski (Duke), Jim Boeheim (Syracuse) e Bob Huggins (West Virginia).

North Carolina foi, também, a última universidade que apareceu na primeira posição antes da temporada e terminou com o título. Foi em 2008-09, com Tyler Hansbrough e Ty Lawson como destaques.

2 KENTUCKY WILDCATS

Campanha passada: 38-1, 18-0 SEC
Eliminado por Wisconsin no Final Four
Foram para a NBA: Karl-Anthony Towns (1ª, Wolves), Willie Cauley-Stein (6ª, Kings), Trey Liles (12ª, Jazz), Devin Booker (13ª, Suns), Andrew Harrison (44ª, Grizzlies via Suns), Dakari Johnson (48ª, Thunder) e Aaron Harrison (não selecionado, Hornets)
Estrela: Skal Labissière (PF)
Técnico: John Calipari
Nomes históricos: Pat Riley, Jamal Mashburn e Tony Delk

Mais uma vez Kentucky terá um time formado por calouros, basicamente (nenhum titular retornou). Afinal, quebrou o recorde da NCAA com seis selecionados no último Draft da NBA, mas manteve ao menos a alta capacidade de recrutamento no país. Trouxe por exemplo o ala-pivô haitiano Skal Labissière, que para muitos analistas é a principal estrela desta classe - altamente cotado para ser uma das primeiras escolhas do próximo Draft.

Outro freshman muito bem cotado é o canadense Jamal Murray, que inclusive jogou os últimos Jogos Pan-Americanos. Todos serão liderados pelo veterano ala Alex Poythress, que vai para seu terceiro ano no College, além do ala-pivô Marcus Lee.

Desde que John Calipari assumiu os Wildcats, em 2009-10, o time venceu 190 partidas e esteve em quatro Final Fours, recorde nesse período nas duas categorias. Além disso, produziu 18 selecionados na primeira rodada do Draft da NBA - maior marca entre todas universidades (Julius Randle, Karl-Anthony Towns, Anthony Davis, Demarcus Cousins...).

3 MARYLAND TERRAPINS

Campanha passada: 28-7, 14-4 Big Ten
Eliminado por West Virginia nos 32-avos do NCAA Tournament
Foram para a NBA: ninguém
Estrela: Melo Trimble (PG)
Técnico: Mark Turgeon
Nomes históricos: John Lucas II, Steve Francis e Joe Smith

As expectativas são altas em Maryland, e muito por conta de Melo Trimble. O armador, líder em pontos (16.2) e assistências (3.0) da equipe na temporada passada, agora está mais experiente (sophomore) e com mais responsabilidade. Não terá mais Dez Wells ao seu lado, que não conseguiu vaga na NBA, mas outros jogadores talentosos no time.

Como o promissor e freshman pivô Diamond Stone, McDonald's All American Team, além do ala Jake Layman, que vai para o terceiro ano. Há um reforço curioso também: o shooting guard Rasheed Sulaimon, primeiro jogador da história dispensado por Mike Krzyzewski em Duke, por não alcançar tudo exigido pelo treinador em quadra e fora dela.

Todos sob o comando do técnico Mark Turgeon, que na temporada passada ajudou o time a conquistar 28 vitórias, a segunda maior marca da universidade em todos os tempos. A última vez que Maryland apareceu tão bem no ranking da AP no início foi em 2001-02: naquela oportunidade era o segundo melhor time do país, e ficou com o título nacional.

4 KANSAS JAYHAWKS

Campanha passada: 27-9, 13-5 Big 12
Eliminado por Wichita State nos 32-avos do NCAA Tournament
Foram para a NBA: Kelly Oubre Jr. (15ª, Wizards)
Estrela: Perry Ellis (PF)
Técnico: Bill Self
Nomes históricos: Wilt Chamberlain, Jo Jo White e Paul Pierce

São quatro titulares de volta, mas o problema é quem saiu: Andre Wiggins. Por mais que a grande estrela não esteja mais no time, Kansas chega muito forte para esta temporada do basquete universitário.

Perry Ellis é o líder desse time, e terá agora reforço por perto no garrafão, com o malinês Cheikh Diallo, muito bem cotado para o próximo draft, mas que ainda depende de aprovação da NCAA para jogar. Além deles, Frank Mason III, Wayne Selden Jr e Landen Lucas mostram a força do elenco dos Jayhawks.

Mais uma vez o time é o grande favorito a ficar com o título da Big 12. Aliás, são 11 conquistas consecutivas de conferência, segunda maior marca da história, atrás apenas das 13 de UCLA entre 1967 e 79. Tudo indica que a quebra do recorde está próximo, ainda mais quando surge a média de vitórias do técnico Bill Self em Kansas por temporada: 29.3.

5 DUKE BLUE DEVILS

Campanha passada: 35-4, 15-3 ACC
Campeão nacional
Foram para a NBA: Jahlil Okafor (3ª, Sixers), Justise Winslow (10ª, Heat) e Tyus Jones (24ª, Wolves via Cavs)
Estrela: Brandon Ingram (SF)
Técnico: Mike Krzyzewski
Nomes históricos: Grant Hill, Christian Laettner e Elton Brand

Getty Images

Duke, do Coach K, conseguirá ficar novamente com o título nacional?


"One-and-done". Essa é uma expressão que se tornou comum no basquete universitário nos últimos anos, se refere aos jogadores que jogam apenas uma temporada e vão para a NBA. Foi a estratégia de Kentucky para conquistar títulos nas últimas temporadas, e parece que alterou um pouco a forma de Duke trabalhar também.

Mike Krzyzewski, maior vencedor da Division I com 1018 triunfos e cinco títulos, insiste que a cultura de Duke em formar atletas ainda é mais forte, mas o título da temporada passada já veio com três "one-and-done": Okafor, Winslow e Tyus Jones, todos na NBA agora. Por mais que Quinn Cook, hoje na D-League, tenha sido importante, os freshmen foram decisivos.

Agora Coach K recrutou novamente enorme talento, possíveis jogadores profissionais no ano que vem: como a estrela Brandon Ingram, o pivô Chase Jeter e os armadores Derryck Thornton e Luke Kennard (para a próxima temporada tem garantidas as duas principais estrelas do high school Giles e Tatum). Estarão sob a liderança de Matt Jones e dos seniors Amile Jefferson e do último irmão Plumlee, Marshall. Sempre candidatos ao título.

6 VIRGINIA CAVALIERS

Campanha passada: 30-4, 16-2 ACC
Eliminado por Michigan State nos 32-avos do NCAA Tournament
Foram para a NBA: Justin Anderson (21ª, Mavs)
Estrela: Malcom Brogdom (SG)
Técnico: Tony Bennett
Nomes históricos: Ralph Sampson, Olden Polynice e Bryant Stith

Malcom Brogdom é uma das melhores pessoas da NCAA, e um dos bons jogadores também. Com os pais aprendeu a importância da filantropia e carrega isso consigo: estuda Política Pública, vai se formar neste ano, tem regime especial de treino para isso e quer montar uma ONG. Para completar, o senior é ainda o principal jogador de um forte Virginia Cavaliers.

O armador terá praticamente a mesma base da equipe que venceu os primeiros 19 jogos da temporada passada (30 no total, recorde igualando 2013-14), mas acabou falhando na ACC e depois foi eliminada por Michigan State. Justin Anderson foi embora, mas bons talentos, como o ala-pivô de Guiné Mamadi Diakite, chegaram.

Tony Bennett, pelo sétimo ano à frente do programa dos Cavaliers, tem uma curiosidade: é o único em atividade a ter vencido os treinadores do Hall da Fama: Jim Boeheim, Larry Brown, Mike Krzyzewski, Rick Pitino e Roy Williams. Para repetir o desempenho recente, Bennett aposta na defesa, já que na temporada passada permitiu apenas 51.1 ppj aos adversários - melhor marca da primeira divisão.

7 IOWA STATE CYCLONES

Campanha passada: 25-9, 12-6 Big 12
Eliminado por UAB na primeira rodada do NCAA Tournament
Foram para a NBA: ninguém
Estrela: Georges Niang (SF)
Técnico: Steve Prohm
Nomes históricos: Barry Stevens, Jeff Hornacek e Fred Hoiberg

O time é basicamente o mesmo da temporada passada, mas com uma "pequena" mudança: sai o técnico Fred Hoiberg, agora no Chicago Bulls, e chega Steve Prohm, que passsou as quatro últimas temporadas em Murray State (104-29). Até aqui, a curta carreira de Prohm, 41 anos, tem sido excelente. Em 2011-12, quando estreou, foi perder pela primeira vez apenas no 24º jogo.

A estrela da companhia ainda é o ala Georges Niang, que entra em seu ano de senior. Em 2014-15 teve média de 15.3 pontos, e conta com a colaboração de Jameel McKay (7.6 rebotes) no garrafão. O trio de força dos Cyclones é completado com o armador Monte Morris, líder em assistências da equipe com 5.2.

Prohm recebe de Hoiberg um time muito forte coletivamente e rápido na transição. Individualmente, não tem atletas que chamam tanto a atenção dos olheiros da NBA, mas o novo treinador sabe que terá a responsabilidade de manter o alto nível das temporadas passadas - nos últimos cinco anos foram 115 vitórias de Iowa State, melhor marca da história em 60 meses. Para completar a pressão, é a melhor posição no ranking da AP em pré-temporada de todos os tempos (11 em 1996-97).

8 OKLAHOMA SOONERS

Campanha passada: 24-11, 12-6 Big 12
Eliminado por Michigan State no Sweet 16 do NCAA Tournament
Foram para a NBA: ninguém
Estrela: Buddy Hield (SG)
Técnico: Lon Kruger
Nomes históricos: Wayman Tisdale, Mookie Blaylock e Blake Griffin

A força dos Sooners está no perímetro, onde três seniors dão as cartas: Isaiah Cousins, Buddy Hield e Ryan Spangler. Os três foram titulares na temporada passada e estão dispostos a ir além do Sweet 16 nos playoffs.

Hield é o principal jogador. Teve média de 17.4 pontos e está cotado para ser escolhido na primeira rodada do próximo draft. Estará sob o comando de Lon Kruger, único treinador da Division I a classificar cinco times para o torneio da NCAA: Oklahoma, UNLV, Illinois, Florida e Kansas State - e ao menos duas com cada universidade.

Para muitos analistas, a defesa do time pode ser um diferencial contra os favoritos. Oklahoma não está muito acostumada a figurar entre os dez melhores da pré-temporada: esta é apena a sexta vez que acontece, e a primeira desde 2005-06.

9 GONZAGA BULLDOGS

Campanha passada: 35-3, 17-1 West Coast
Eliminado por Duke no Elite 8 do NCAA Tournament
Foram para a NBA: ninguém
Estrela: Domantas Sabonis (PF)
Técnico: Mark Few
Nomes históricos: John Stockton, Ronny Turiaf e Kelly Olynyk

Divulgação

Domantas carrega o DNA de basquete da família Sabonis


Poucos times no país têm a força de Gonzaga no garrafão. Liderados pelo ala de quinto ano Kyle Wiltjer (16.8 pontos), o time chega muito forte para esta temporada do College Basketball, sonhando em superar a marca de 2014-15, quando caiu nas quartas de final para Duke - 17ª classificação seguida para as finais, atrás apenas de Kansas, Duke e Michigan State.

Wiltjer é um excelente ala-pivô, recrutado por Kentucky, que optou por fazer seus dois últimos anos com o técnico Mark Few (438-103 com Gonzaga), que primeiro demonstrara interesse nele ainda no high school. No entanto, com a companhia pesada de garrafão, Wiltjer deve jogar como ala para abrir espaço a Domantas Sabonis (7.1 rebotes).

O filho do lendário pivô Arvydas Sabonis é uma das estrelas da temporada, com potencial enorme - esteve no Europeu pela Lituânia. Para completar, há o pivô polonês Przemek Karnowski. Todos vão precisar que a bola saia do perímetro com qualidade, e por ali não estão mais Gary Bell Jr. e Kevin Pangos. Ao menos o trio garante altíssimo aproveitamento nos arremessos: na temporada passada Gonzaga liderou o país com 52% no field goal.

10 WICHITA STATE SHOKERS

Campanha passada: 30-5, 17-1 Missouri Valley
Eliminado por Notre Dame no Sweet 16 do NCAA Tournament
Foram para a NBA: ninguém
Estrela: Ron Baker (SG)
Técnico: Gregg Marshall
Nomes históricos: Dave Stallworth, Antoine Carr e Xavier McDaniel

Pela primeira vez desde 1981 Wichita State aparece entre as dez melhores universidades do país no ranking de pré-temporada da AP. Isso se deve muito à base mantida e ao talento do senior Ron Baker, cestinha da equipe na temporada passada (14.7 pontos) e cotado para o próximo draft da NBA.

Ele terá mais uma vez a companhia do armador Fred VanVleet (5.2 assistências) e ganhou o reforço de Conner Frankamp, que veio de Kansas e teve que cumprir o ano de suspensão. Nas três últimas temporadas foram 90 vitórias e 15 derrotas, recorde fortíssimo, apesar da divisão mais fraca.

O técnico Gregg Marshall tentará manter o baixíssimo índice de erros do time. Em 2014-15 cometeu apenas 9.3 por jogo, a quarta menor marca do país - atrás de Wisconsin, Cal Poly e Virginia. Aliás, em 2014 Marshall foi eleito o melhor treinador do ano pela Associated Press.

Completam o ranking

11 Villanova Wildcats
12 Arizona Wildcats
13 Michigan State Spartans
14 California Golden Bears
15 Indiana Hoosiers
16 Utah Utes
17 Wisconsin Badgers
18 Vanderbilt Commodores
19 Notre Dame Fighting Irish
20 UConn Huskies
21 LSU Tigers
22 Baylor Bears
23 Purdue Boilermakers
24 Butler Bulldogs
25 Michigan Wolverines

Pandora da Fiel

Mensagens: 72380
Cadastro: 13/08/2009

Nível 7

Mensagem publicada em 14/11/2015 10:30
O PRÓXIMO LEBRON JAMES

Há consenso nos Estados Unidos sobre a próxima grande estrela da NBA. Ben Simmons é um ala canhoto de 2m08 e 102kg que nasceu em Melbourne, na Austrália. Até 14 anos, ainda jogava Futebol Australiano, quando decidiu se dedicar exclusivamente ao basquete. Dois anos depois se mudou para a Flórida para seguir com o projeto de se tornar jogador profissional.

Ele é um caso típico de "one-and-done". Desde 2007 a ESPN lista os 100 melhores jogadores do high school nos Estados Unidos, e nesta temporada Simmons aparece na primeira posição entre todos do país.

A comparação com LeBron James acontece, principalmente, pelo físico de Simmons. É muito forte para um point-forward, como chamam o jogador que atua nas posições 1 e 3 e até mesmo na 4 pela altura. Ele é muito atlético e rápido para um jogador alto, além de ser extremamente habilidoso e ótimo defensor no perímetro - precisa ainda evoluir bastante no arremesso de longe e nos lances livres.


VIDIUS: http://espn.uol.com.br/post/557043_conheca-as-proximas-estrelas-da-nba-guia-do-college-basketball

Urbexx

Mensagens: 11213
Cadastro: 14/05/2012

Nível 5

Mensagem publicada em 14/11/2015 13:26
Terrapins ganham
Assinatura
Sua bandeira no mastro é a história
De um passado e um presente só de glórias
Nascer, viver e no Santos morrer
É um orgulho que nem todos podem ter

Gzus

Mensagens: 9682
Cadastro: 28/05/2012

Nível 4

Mensagem publicada em 14/11/2015 18:12
Aguardando o March Madness
Assinatura
Mulher bonita e craque do time a gente sempre perdoa

Flikk

Mensagens: 1932
Cadastro: 21/12/2012

Nível 2

Mensagem publicada em 15/11/2015 22:14
Gzus
Aguardando o March Madness

Tá longe

Galo Doido!

Mensagens: 5731
Cadastro: 28/05/2012

Nível 4

Mensagem publicada em 16/11/2015 13:06
Pra mim, o Brogdom é o cara!
Assinatura
UH É GALO DOIDO UH É GALO DOIDO

Pandora da Fiel

Mensagens: 72380
Cadastro: 13/08/2009

Nível 7

Mensagem publicada em 18/11/2015 09:14
Galo Doido!
Pra mim, o Brogdom é o cara!

NAUM EH

Mr.Crowley

Mensagens: 2030
Cadastro: 29/05/2012

Nível 3

Mensagem publicada em 18/11/2015 15:24
Flikk
Gzus
Aguardando o March Madness

Tá longe

Eu achava isso quando tinha acabado a temporada da NFL e ela já voltou e está quase acabando de novo
Assinatura
Mr. Crowley, what went on in your head
Oh, Mr. Crowley, did you talk to the dead
Your life style to me seemed so tragic
With the thrill of it all

Botachopp_

Mensagens: 2139
Cadastro: 28/05/2012

Nível 3

Mensagem publicada em 20/11/2015 15:02
Qual é o time do Obama?
Assinatura
Glicose é a nossa meta

ThanosFLA

Mensagens: 6136
Cadastro: 28/05/2012

Nível 4

Mensagem publicada em 21/11/2015 16:19
Botachopp_
Qual é o time do Obama?

Não sei
Assinatura
80-82-83-87-92-09

Urbexx

Mensagens: 11213
Cadastro: 14/05/2012

Nível 5

Mensagem publicada em 24/11/2015 11:05
Obama deve torcer pra algum time de Illinois
Assinatura
Sua bandeira no mastro é a história
De um passado e um presente só de glórias
Nascer, viver e no Santos morrer
É um orgulho que nem todos podem ter
  • Novo tópico
Páginas:  1  | primeira | anterior | próxima | última
Quem está online
0 usuários cadastrados e 1 visitantes.
Onde estou?  Fórum UOL Esporte > Basquete
  •  
Média geral    5.0 (1 votos)

1 votos (100.0%)

Excelente

0 votos (0.0%)

Ótimo

0 votos (0.0%)

Bom

0 votos (0.0%)

Regular

0 votos (0.0%)

Ruim