Onde estou?  Fórum UOL Esporte > Notícias
  •  
Compartilhe:
  • Enviar por e-mail
  • Orkut
  • Facebook
  • Twitter
  • Avalie:
07/12/2017 07:50

Depois do sorteio da Copa e da suspensão olímpica, um anúncio de reeleição[+RUCIA BOA GALELA]

  • Novo tópico
Páginas:  1  | primeira | anterior | próxima | última

Pandora da Fiel

Mensagens: 72380
Cadastro: 13/08/2009

Nível 7

GUSTAVO HOFMAN



Sede do Comitê Olímpico da Rússia um dia após exclusão dos Jogos de Inverno de 2018


Estávamos em um restaurante, quando a notícia surgiu. Grigory Telingater, nosso colega russo, quase caiu da cadeira ao ler no celular que a Rússia estava suspensa da próxima Olimpíada de Inverno.

Entre os russos, havia a certeza de mais punições, além das diversas impostas aos atletas do país na últimas semanas, que resultaram na perda da primeira posição no quadro de medalhas de Sochi-2014. O Comitê Olímpico Internacional tem certeza da participação do Governo em gigantesco esquema de doping e por isso puniu severamente a Rússia.

Tudo isso aconteceu cinco dias depois do sorteio da Copa do Mundo de futebol. Moscou esteve no centro das atenções do esporte mundial de maneira positiva em primeiro de dezembro. Agora as notícias são negativas.

Na última sexta-feira, Vladimir Putin posava para fotos ao lado de Pelé, ordenava Gianni Infantino colocar o fone para tradução e era o dono da festa do Mundial. Nesta quarta, anunciou sua candidatura para mais um mandato como presidente do país a partir do ano que vem durante evento em Nizhni Novgorod, transmitido ao vivo pela televisão. Desde 2000 ele alterna os cargos de presidente e primeiro-ministro, antes foi chefe do Conselho de Segurança no governo de Boris Yeltsin, a quem sucedeu no poder, e diretor do Serviço Federal de Segurança, órgão que seguiu os passos da KGB, onde fora agente.

Fez questão de assumir, em nome dos russos, parte da culpa, mas usou a política para criticar. "Primeiramente, temos de admitir que somos parcialmente culpados e demos razão para isso, mas por outro lado acredito que não foi uma decisão honesta". A linha foi, obviamente, a mesma adotada por outros membros do Governo.

Maria Zakharova, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, afirmou se tratar de pressão política. "Esta é uma campanha informativa que começou antes dos Jogos Olímpicos de Sochi (2014). Mas deixou de ser apenas informativa, e se tornou uma campanha para a direta expulsão da Rússia do esporte mundial". E ainda completou: ""Observe que uma grande quantidade de atletas de diferentes países foram desclassificados por doping, inclusive nos Jogos Olímpicos. Por acaso houve uma decisão similar por parte dos organismos olímpicos? Não houve nada disso".

O senador norte-americano John McCain colaborou com essa visão de políticos russos, ao apoiar a decisão do COI e ainda defender que a Copa não aconteça na Rússia.


John McCaiN @senJohnMcCain

IOC's decision to ban #Russia from Winter @Olympics is a welcome step in serving justice to #Putin's gov't for its elaborate doping scheme. @FIFA should add this to the list of reasons why @FIFAWorldCup should not be held in Russia. http://bit.ly/2AzwzNk


Nas primeiras horas após o a decisão ser anunciada, pessoas choravam na televisão russa, enquanto surgia o debate se os atletas deveriam boicotar a Olimpíada de Pyeongchang, na Coreia do Sul. Estrelas de modalidade de inverno, como o jogador de hóquei sobre o gelo Ilya Kovalchuk fizeram apelos ao presidente para enviar delegação completa para a competição. Posteriormente, Putin fez questão de ressaltar a necessidade de competir, mesmo que sob a bandeira neutra do COI.

Getty Images

Vladimir Putin anuncia que se candidatará novamente à presidência do país


A patinadora Evgenia Medvedeva, campeã mundial, questionou pelos atletas que jamais foram pegos em exames antidoping. "Não posso aceitar a opção de não competir nos Jogos Olímpicos sem a bandeira da Rússia, como uma atleta neutra. Tenho orgulho do meu país, é uma grande honra para mim representá-lo nos Jogos. Isso me fortalece e inspira durante as apresentações. Ela fez parte da delegação russa que esteve em Lausanne, na Suíça, quando ocorreu a suspensão. "Achei que os atletas russos 'limpos' não deveriam se preocupar', completou, sem garantir presença nas próximas Olimpíadas.

A decisão do COI de maneira alguma proíbe atletas russos de participarem dos Jogos. Estes poderão, desde que sejam aprovados por uma banca da entidade, e terão que disputar a respectiva modalidade sem a bandeira russa. Caso conquistem medalhas, o hino russo não será tocado na cerimônia de premiação.

"Esse é um ataque sem precedentes à integridade dos Jogos Olímpicos e do esporte. O Comitê Olímpico Internacional, após acompanhar todos os processos, decidiu por sanções proporcionais ao sistemático processo de manipulação para proteger os atletas. Isso pode significar um marco e serve para catalizar forças para um mais efetivo sistema de controle antidoping liderado pela Agência Internacional", garantiu o presidente do COI, Thomas Bach.

Todos os dirigentes russos estão suspensos e impedidos de participar. Entre eles, Vitaly Mutko, expulso do Movimento Olímpico. Mutko é, também, o homem-forte do futebol na Rússia. Ele é presidente da Federação local, ex-ministro do Esporte e político influente no país. Na prática, é o elo entre o futebol e as outras modalidades esportivas da Rússia, ou por outra leitura, uma possível ligação do escândalo de doping com o esporte mais praticado por todos.

A Copa do Mundo de 2018 não está ameaçada, mas os próximos meses serão cruciais para entender a evolução desse processo tomado pelo COI. Serão muitos protestos durante a Olimpíada em fevereiro, e tudo isso em um ano eleitoral para Vladimir Putin, onde a vitória é certa.

Edson-SPFC

Mensagens: 24814
Cadastro: 22/12/2010

Nível 6

Mensagem publicada em 07/12/2017 09:41
duro golpe na Mother Rássia.



Assinatura
Regulamento Paulistão 1990 (aprovado em 25.10.1989 pelo Conselho Arbitral = os 24 clubes da 1ª Divisão + FPF):
"Art. 50... § 2º No campeonato da primeira divisão de futebol profissional de 1990, não haverá descenso à divisão especial de futebol profissional..."

Divisão Especial = Série B (A-2 só existe desde 94)
Total equipes em 1990: 24
Posição final São Paulo: 15º (à frente de 9 equipes)

http://blogdobirner.virgula.uol.com.br/2007/11/06/1990-o-ano-em-que-o-sao-paulo-nao-caiu/

xFlashx

Mensagens: 1258
Cadastro: 28/05/2012

Nível 2

Mensagem publicada em 07/12/2017 15:46
Edson-SPFC
duro golpe na Mother Rássia.





Mother Russia defecando na cara da sociedade mundial
Assinatura
"(O final de Flashpoint) é como se a Era do Apocalipse tivesse terminado direto no começo de Heróis Renascem, poupando daquela desgraça de Massacre. Então só por isso, já é melhor que a Marvel."
(Oz Jordan, cientista e terapeuta psicossocial)

demon_xfk

Mensagens: 1368
Cadastro: 22/06/2012

Nível 2

Mensagem publicada em 07/12/2017 21:25
xFlashx
Edson-SPFC
duro golpe na Mother Rássia.





Mother Russia defecando na cara da sociedade mundial

Mother boa
Assinatura

C.R. Flamengo
"Oh, meu Mengão, eu gosto de você!"

Edson-SPFC

Mensagens: 24814
Cadastro: 22/12/2010

Nível 6

Mensagem publicada em 08/12/2017 09:09
Mensagem apagada pelo moderador
Assinatura
Regulamento Paulistão 1990 (aprovado em 25.10.1989 pelo Conselho Arbitral = os 24 clubes da 1ª Divisão + FPF):
"Art. 50... § 2º No campeonato da primeira divisão de futebol profissional de 1990, não haverá descenso à divisão especial de futebol profissional..."

Divisão Especial = Série B (A-2 só existe desde 94)
Total equipes em 1990: 24
Posição final São Paulo: 15º (à frente de 9 equipes)

http://blogdobirner.virgula.uol.com.br/2007/11/06/1990-o-ano-em-que-o-sao-paulo-nao-caiu/
  • Novo tópico
Páginas:  1  | primeira | anterior | próxima | última
Quem está online
0 usuários cadastrados e 1 visitantes.
Onde estou?  Fórum UOL Esporte > Notícias
  •  
Média geral    5.0 (3 votos)

3 votos (100.0%)

Excelente

0 votos (0.0%)

Ótimo

0 votos (0.0%)

Bom

0 votos (0.0%)

Regular

0 votos (0.0%)

Ruim