Onde estou?  Fórum UOL Esporte > Notícias
  •  
Compartilhe:
  • Enviar por e-mail
  • Orkut
  • Facebook
  • Twitter
  • Avalie:
13/06/2018 08:20

Entrevista: 'Há tempo para a Argentina criar um time competitivo'[+PAINTED THE CHAMPION GALELA]

  • Novo tópico
Páginas:  1  | primeira | anterior | próxima | última

Pandora da Fiel

Mensagens: 79653
Cadastro: 13/08/2009

Nível 8





Jorge Sampaoli no amistoso entre Argentina e Nigéria, disputado em novembro de 2017 EFE/Yuri Kochetkov


Primeiro a (esperada) não convocação de Mauro Icardi, goleador do campeonato italiano, personagem polêmico desde que se casou com Wanda Nara, ex-mulher de seu ex-amigo Maxi López. Veio a lesão do goleiro titular, Romero. Depois a contusão de Lanzini, cortado e substituído por Enzo Pérez. Problemas e fofocas não faltam à seleção argentina. Mas o que esperar do time de Jorge Sampaoli em campo? O blog conversou com Leo Samaja, treinador e Coordenador da Associação de Treinadores do Futebol Argentino (ATFA) no Brasil.

Você acha que o episódio Wanda Nara pesou na não convocaçao de Mauro Icardi para a Copa do Mundo?
Leo Samaja - Copa do Mundo deve-se levar o melhor grupo. Em 1978 Maradona não foi. Em 1986 Passarella e Ramón Diaz também não. Eu vi acertada a decisão. Discutível, mas objetivamente acertada.

A presença do Icardi causaria tanta irritação?
Muita. Dentro de um vestiário a mulher do colega tem barba e bigode, não se olha. Pelo menos em nosso país respeitamos esses códigos. Isso custou a carreira de Horacio Amelli, ex-zagueiro do River Plate do San Lorenzo com passagens por São Paulo e Internacional.

O que fez Amelli?
Se envolveu com a esposa de Tuzzio, que foi seu companheiro de zaga no River Plate e no San Lorenzo. Eram velhos amigos. Logo após Tuzzio virou capitão do Independiente campeão da Copa Sul-americana na final de 2010, contra o Goias. Já o Amelli viu sua carreira limitada, nenhum clube argentino confiou nele novamente. Foi para o México, um ano depois voltou para encerrar o contrato com River e acabou a carreira.

E na montagem do time, acredita que o artilheiro do último campeonato italiano fará falta?
No aspecto tático, a seleção que Sampaoli enxerga é com um camisa 9 que jogue para a equipe, e não um homem de área, sem jogo. Em minha opinião, posso estar enganado, para ocupar a posição a ordem de prioridades é: primeiro Agüero, segundo Dybala e terceiro Higuaín. Não havia lugar para um quarto homem de área. E se houvesse, Lautaro Martínez seria mais adequado do que Icardi. Ele é um garoto de grupo.

Mas Icardi seria uma opção com outro estilo?
Para isso ele terá o Higuaín.


Leo Samaja, Coordenador da Associação de Treinadores do Futebol Argentino (ATFA) no Brasil Divulgação


Fora os atacantes, quem você chamaria e não foi convocado?
Levaria um zagueiro mais versátil no mano a mano, considerando a proposta ofensiva de alto risco. Kannemann, do Grêmio, por exemplo. E um volante como Marcone ou Paredes, no lugar de Lo Celso. De resto, fiquei bem satisfeito com a lista. Se estiverem todos os planetas alinhados, poderemos ter uma bela Copa do Mundo com final feliz.

E quanto a Garay, que fez ótima Copa em 2014?
Era a última rodada das eliminatórias, a Argentina estava com um pé fora e precisava vencer o Equador na altitude. Nos bastidores, dizem que Garay rejeitou a convocação, pediu para não participar da definição. Não rejeitou de forma pública, Sampaoli recebeu a negativa antes de emitir a lista de convocados.

E teve mais situações preocupantes antes da convocação final...
Sim, houve ainda a jogada com Papu Gomez que quase deixa fora da Copa o Biglia no último jogo do Milan contra a Atalanta. Mas neste caso, Lanzini, antes de se lesionar, e Pavón foram chamados como jogadores capazes de oferecer mais opções que Papu ou Perotti, da Roma, dentro da proposta de Sampaoli. O Lamela foi pouco testado antes da Copa, poderia ter sido uma aposta interessante. Já o Lanzini deixou uma grande impressão, mas se lesionou. E Pavón, ele não poderia deixar de levar.

Defesa com linha de quatro? Três zagueiros? Como acha que Jorge Sampaoli escalará o time na Rússia?
O esquema acaba sendo uma foto fria, que parece mais número telefônico que outra coisa. A chave está na proposta. Com quantos defenderá quando atacado? E aí é onde existem dúvidas sobre Fazio, pela velocidade e equilíbrio no mano a mano. Mas acredito que mais ou menos sai com: 4-2-3-1, tendo no gol Franco Armani ou Caballero. Mercado, Otamendi, Fazio ou Rojo e Tagliafico formando a defesa. Biglia ou Mascherano, Banega, Pavón ou Salvio ou até mesmo Meza; Messi, Di Maria, e finalmente Kun Agüero na área. É o que Sampaoli entende como 2-3-3-2 ou 2-3-4-1, ou seja, os dois laterais fazem a linha de três volantes com o primeiro volante, enquanto o segundo, Banega, avança na posição central ocupada no desenho por Messi na linha de criação. Messi então se incorpora como segundo atacante na zona de finalização.

Há tempo para elaborar tudo isso dentro das sofisticadas estratégias de Sampaoli?
Há tempo sim. A ideia não é tão rara. Por isso a lista de 23 com essas características. Ele vem trabalhando há tempo em cada viagem. Agora terá algumas semanas para consolidar.

Muito distante da Argentina vice-campeã mundial há quase quatro anos...
São propostas diferentes. Alejandro Sabella foi mais conservador em 2014, da mesma forma Pekerman em 2006. Já 2010 é um parágrafo aparte para se analisar... (nota do blog: Maradona ocupou o cargo de técnico na África do Sul). Sampaoli é mais ousado. Vale a pena arriscar. Segundo Einstein, louco é aquele que procura obter resultados diferentes fazendo sempre a mesma coisa.

O Terror do Morumbi

Mensagens: 33634
Cadastro: 06/02/2012

Nível 6

Mensagem publicada em 13/06/2018 16:58
A Argentina é um lixo
  • Novo tópico
Páginas:  1  | primeira | anterior | próxima | última
Quem está online
0 usuários cadastrados e 1 visitantes.
Onde estou?  Fórum UOL Esporte > Notícias
  •  
Média geral    5.0 (1 votos)

1 votos (100.0%)

Excelente

0 votos (0.0%)

Ótimo

0 votos (0.0%)

Bom

0 votos (0.0%)

Regular

0 votos (0.0%)

Ruim