Onde estou?  Fórum UOL Esporte > Lutas
  •  
Compartilhe:
  • Enviar por e-mail
  • Orkut
  • Facebook
  • Twitter
  • Avalie:
17/03/2017 13:14

Jacaré detona luta entre Bisping e GSP: "Nem vou assistir a essa porcaria"

  • Novo tópico
Páginas:  1  | primeira | anterior | próxima | última

Galo Doido!

Mensagens: 4933
Cadastro: 28/05/2012

Nível 3

A ocasião era feliz, de firmamento de parceria com um projeto social que atende a centenas de crianças carentes na Zona Norte do Rio de Janeiro. Contudo, o sorriso de Ronaldo Jacaré logo se desfez quando o assunto da entrevista coletiva com a imprensa nesta quinta-feira virou a situação atual da divisão dos pesos-médios do UFC. O terceiro colocado do ranking da categoria deixou clara sua insatisfação com mais uma "furada de fila" na disputa do cinturão, agora por parte de Georges St-Pierre - o lendário ex-campeão dos pesos-meio-médios, parado há quase quatro anos, foi anunciado como próximo adversário de Michael Bisping pelo título dos médios, apesar de jamais ter lutado na divisão até 83,9kg.

- Eu já sabia, já imaginava que isso pudesse acontecer. Na realidade, está acontecendo de tudo no UFC, né? O que me chateia bastante não é o fato de o St-Pierre lutar com o Bisping; pra mim é normal, ele pode lutar. Mas ele nunca lutou em 185 (libras, ou 83,9kg), sempre falou que era muito pequeno. Sempre arregou de lutar com o Anderson (Silva, ex-campeão da categoria), todo mundo sabe disso. E agora, que ele volta a lutar, quer lutar no 185? "Tá" bom, bacana, quer lutar? Pega comigo! Eu estou aqui. Vem lutar comigo. Se você se credenciar - que você não vai passar, com certeza - você pega o Bisping. Pega o (Yoel) Romero! Se você passar pelo Romero, você pega o Bisping. Não, ele foi direto para o cinturão. Isso foi estranho, foi ruim pra divisão dos médios, porque ninguém está satisfeito com essa palhaçada - desabafou Jacaré.

De fato, o peso-médio capixaba ficou tão revoltado que não quer nem saber do resultado da luta, muito menos de ser considerado uma opção de suplente caso um dos dois se machuque.

- Quero que eles sofram um nocaute duplo! Quero que eles vão se ferrar, não estou nem aí para essa luta. Foi a mesma coisa que falei quando o Bisping lutou com o Dan Henderson. Não estou nem aí, não vou nem assistir a essa porcaria. Sou campeão, não nasci pra tampar o buraco de ninguém. Se eles me chamarem, vão ficar a ver navios, que eu não vou a * nenhuma!

Antes de GSP encarar Bisping (duelo que ainda não tem data confirmada), Jacaré tem outra luta pela frente, contra o neozelandês Robert Whittaker, sexto colocado do ranking, em 15 de abril, em Kansas City. Apesar de ser um adversário duro e bem cotado na fila pelo cinturão, a expectativa era que o brasileiro fizesse uma revanche contra Luke Rockhold, já que Yoel Romero havia sido declarado por Dana White, presidente do UFC, como desafiante número 1 ao cinturão de Bisping.

- O que o Dana White fala não se escreve, mas ele falou que ia ser o Romero (a disputar o cinturão), então falei, "Não, tenho que trabalhar". O dançarino dança, o cantor canta, e eu sou lutador, tenho que lutar. Pedi uma luta para o UFC, falei, "Quero o Luke, me dá o Luke Rockhold", aí o UFC falou, "Não, o Luke Rockhold está amarelando, a gente não sabe quando ele luta". "Po", mas ele falou que ia voltar em julho! "A gente não sabe. Ele falou, mas ele não sabe quando volta". Então me dá o Romero! Aí o UFC, "Não, Romero vai ficar esperando pelo cinturão". Para mim, foi bastante estranho quando o UFC anunciou minha luta e, depois de um tempo, o Romero pediu o Anderson pelo cinturão interino. Vem cá, o Bisping não morreu! Bisping vai lutar daqui a pouco. Se é certo ou é errado, não é problema do Bisping, o UFC que está permitindo que isso aconteça. Não faz sentido o cinturão interino com um atleta em atividade. O Bisping até disse que foi meio desespero, e eu tenho que concordar com esse frouxo, realmente foi. Mas estou tranquilo, estou fazendo um bom trabalho, a galera está vendo, e não vou lutar com qualquer um, vou lutar com o quinto do ranking, um cara que está subindo, vem de boas vitórias, é novo, e é um atleta que a gente tem que respeitar. Mas vou pra terminar a luta no primeiro (round).

Então, Jacaré vai se preparar para enfrentar Whittaker, uma luta que está confiante que vai vencer, para manter sua escalada rumo à disputa do título.

- Já comecei (meus treinos), estou muito bem fisicamente. É um adversário muito duro, a gente tem que tomar cuidado, mas vai ser uma luta de um round só, vou lá e vou finalizar esse cara. Mais duro (da categoria) sou eu, vou pegar e finalizar - concluiu Jacaré.

Confira mais declarações de Jacaré na entrevista desta quinta-feira:

PARCERIA COM PROJETO SOCIAL EM MANGUINHOS


- Para mim é especial, na realidade estou sendo pago para fazer algo que já faço naturalmente, de coração. Vejo essa garotada e vejo futuro, não só como lutador, mas como cidadão, que é nosso foco: formar bons cidadãos para a sociedade. Através da luta, fui educado. Eu brigava praticamente todos os dias na rua, e a partir de quando conheci a arte marcial, cessei tudo isso. Inclusive, me apaixonei tanto pela luta que, na minha segunda semana, saí de casa e fiquei na academia praticamente a minha fase de competição toda de jiu-jítsu. Parei em 2005 e ainda morei uns três anos na academia. Isso me mudou bastante. Eu era horrível, brigava muito, não respeitava. Através da luta, aprendi o respeito, foi muito bom para mim. A luta me salvou.

DESMOTIVAÇÃO POR NÃO DISPUTAR O CINTURÃO

- Eu sou motivado a lutar, isso não me desmotiva nem um pouco. Eu sou motivado pelo desafio do meu próximo adversário. O cinturão é consequência. Sou um cara crente, todo mundo sabe, e quando vou escolher uma luta, eu boto o joelho no chão, peço para Deus entrar e escolher uma luta para mim. É o que está acontecendo, estou feliz de estar lutando, mas eu também não tenho problema algum em parar de lutar. Eu parei em 2005 no jiu-jítsu e estava no auge da minha carreira. Se eu achar que está demais para mim e está enchendo o saco, eu boto minha viola no saco e paro de lutar, pronto! Posso abrir uma academia, posso ganhar praticamente o mesmo que ganho lutando, e ser feliz, porque um dos meus sonhos é abrir uma academia. Não vejo problema nenhum em parar de lutar. Não passa pela minha cabeça parar de lutar, mas se estiver me enchendo o saco, posso parar, posso dar aula, tenho essa carta na manga, e tenho certeza que vou ter muitos alunos. Faz a conta de 400 alunos treinando comigo.

PESOS DIFERENTES NA AVALIAÇÃO DOS PESOS-MÉDIOS

- Isso é uma coisa que não está me afetando. Todo mundo vê que eu estou empolgado, querendo luta. Infelizmente, não é a luta que eu queria, todo mundo sabe que eu queria lutar com o Luke, todo mundo sabe que eu pedi o Romero também, mas vou falar a verdade para você: o único cara que eu não queria lutar de verdade no UFC é o Mousasi, que esse é uma encrenca. Eu peguei ele e eu estava num dia muito bom, ele não estava num dia tão bom, e ele vai mostrar isso para todo mundo quando ele pegar o Chris Weidman, vocês vão ver quão bom é o Mousasi. O critério comigo é totalmente diferente. Quando a gente estava se credenciando, estava todo mundo junto ali, diziam, "O Jacaré não pegou adversário tão duro", "O Luke Rockhold pegou o Barbarian (Tim Boetsch)", que eu lutei agora, "e tirou pra nada". Eu também tirei o cara pra nada, e agora o cara não é nada quando eu lutei com ele. "Jacaré pegou o Belfort em fim de carreira", e o Lyoto (Machida)? Estava como (quando enfrentou Rockhold)? Estava ruim, porque foi espancado pelo Luke e foi espancado pelo Romero. Eles usam critérios diferentes comigo, sempre tem uma desculpa. Lyoto ganhou do Mousasi e lutou pelo cinturão. Eu não só ganhei do Mousasi, ganhei muito bem, finalizei e convenci, e não fui lutar pelo cinturão. Tem coisas que estão acontecendo comigo que são muito estranhas. Para de falar besteira, vocês não sabem nem do que estão falando.

ACHA QUE O PROBLEMA É COM OS BRASILEIROS, VIDE JOSÉ ALDO?

- Sinceramente, não sei, não faço a mínima ideia de por que está acontecendo isso. Estou ali pra fazer meu trabalho, só digo uma coisa: quem decide são os fãs. Deixa os fãs verem o que está acontecendo, eles estão vendo. Não sei... É uma palhaçada, né, o cara (Aldo) há 12 anos (sic) invicto, vencendo e convencendo, aí sofre uma luta daquele jeito e não tem uma revanche? Que é isso?? Isso não existe, não existe em lugar nenhum do mundo!

APOSENTADORIA DO VITOR BELFORT

- Posso falar o que ele representa. Ele marcou uma geração, tem 20 anos em atividade. Ele tem altos e baixos, isso é normal na carreira de alguns atletas, mas eu não posso decidir se ele tem que parar ou não. Tem que ver o coração dele, a vontade dele, mas o Belfort é o Belfort. Ele é o "Fenômeno". Lembro que eu estava em Manaus e corria para comprar revista para ver o Belfort. Não vou esquecer disso. Ele incentivou uma geração e a gente tem que respeitar o legado dele. Independente de ele estar ruim agora, ele já deu muita alegria pra gente. Foco mais na alegria que ele deu pra gente do que nessa fase da carreira dele agora.


http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2017/03/jacare-detona-luta-entre-bisping-e-gsp-nem-vou-assistir-essa-porcaria.html
Assinatura
UH É GALO DOIDO UH É GALO DOIDO

TchecoMG

Mensagens: 3081
Cadastro: 31/05/2012

Nível 3

Mensagem publicada em 18/03/2017 14:43
fatos foram soltados

ZeusBH

Mensagens: 3130
Cadastro: 31/05/2012

Nível 3

Mensagem publicada em 19/03/2017 13:16
vai perder uma aula
Assinatura
Vai, Cruzeiro!
Primeirino com orgulho!
  • Novo tópico
Páginas:  1  | primeira | anterior | próxima | última
Quem está online
0 usuários cadastrados e 1 visitantes.
Onde estou?  Fórum UOL Esporte > Lutas
  •  
Média geral    5.0 (1 votos)

1 votos (100.0%)

Excelente

0 votos (0.0%)

Ótimo

0 votos (0.0%)

Bom

0 votos (0.0%)

Regular

0 votos (0.0%)

Ruim