Onde estou?  Fórum UOL Esporte > Notícias
  •  
Compartilhe:
  • Enviar por e-mail
  • Orkut
  • Facebook
  • Twitter
  • Avalie:
13/06/2018 08:47

Lopetegui entra num grupo seleto de técnicos que saíram em plena Copa[+RIP ISPANHA][-SERJU RAMOS]

  • Novo tópico
Páginas:  1  | primeira | anterior | próxima | última

Pandora da Fiel

Mensagens: 78306
Cadastro: 13/08/2009

Nível 8

BY PVC DO REMOTE GAMING


Julen Lopetegui entrou na sala de entrevistas coletivas com os jornais espanhois divulgando que os jogadores conseguiam segurá-lo no cargo. Mas a fúria do presidente da Real Federação Espanhola de Futebol, Luis Rubiales, foi maior. Rubiales assumiu a presidência da Federação em maio, substituto de Angel Maria Vilar, acusado de corrupção, preso em julho, solto em agosto e destituído em dezembro.

Demitir Lopetegui é uma maneira de Rubiales mostrar força. Na noite de terça-feira, sua primeira declaração foi de que tomaria a melhor decisão para a seleção espanhola. Não parece. Melhor cenário seria ser diplomático, engolir em seco e nunca mais olhar na cara de Lopetegui, mas só depois da Copa do Mundo.

Razão para se sentir traído, Rubiales tem. Cabia a Lopetegui avisar o que estava se passado, como avisou ao capitão Sergio Ramos. Poderia perfeitamente ser técnico da Espanha e depois assumir o Real Madrid, mas o processo deveria ser claro para que ninguém se sentisse passado para trás. Carlos Alberto Parreira avisou, durante o Mundial de 1994, que assumiria o Valencia depois da final. Todo mundo sabia. Foi campeão mesmo assim.

O diário MARCA publica as mensagens enviadas por Rubiales para o Real Madrid: "Se alguém quer engatilhar uma relação com um trabalhador da Federação tem que falar com o trabalhador, mas também com a Federação. A seleção é o mais importante que temos e um Mundial é o compromisso máximo." "O Real Madrid busca um técnico, o melhor. É lícito. Não tenho por que julgar ao Real Madrid. Mas não se podem fazer assim as coisas e menos ainda a cinco minutos antes do anúncio. Nos vemos obrigados a tomar a decisão, porque a seleção é a equipe de todos os espanhois. Ter os melhores é importante, mas como se faz as coisas é mais ainda. Ganhar é muito importante, mas a forma de trabalhar é mais ainda."

Lopetegui deixa a seleção espanhola após vinte jogos, 14 vitórias, 6 empates e gols marcados em todos os vinte compromissos. Embora tenha deixado o cargo a 48 horas da estreia, dá para juntá-lo a dois outros casos incríveis. Carlos Alberto Parreira foi demitido pela seleção da Arábia Saudita após duas derrotas na Copa de 1998 e antes do terceiro jogo. Andy Beattie pediu demissão da seleção da Escócia depois de perder por 1 x 0 para a Áustria. Depois da saída do treinador a Escócia piorou e levou 7 x 0 do Uruguai.
  • Novo tópico
Páginas:  1  | primeira | anterior | próxima | última
Quem está online
0 usuários cadastrados e 1 visitantes.
Onde estou?  Fórum UOL Esporte > Notícias
  •  
Média geral    0.0 (0 votos)

0 votos (0.0%)

Excelente

0 votos (0.0%)

Ótimo

0 votos (0.0%)

Bom

0 votos (0.0%)

Regular

0 votos (0.0%)

Ruim