Onde estou?  Fórum UOL Esporte > Lutas
  •  
Compartilhe:
  • Enviar por e-mail
  • Orkut
  • Facebook
  • Twitter
  • Avalie:
24/03/2017 15:32

Minha Luta Inesquecível: Raul Gazolla e o chute de Lyoto em Randy Couture

  • Novo tópico
Páginas:  1  | primeira | anterior | próxima | última

Botachopp_

Mensagens: 1917
Cadastro: 28/05/2012

Nível 2


Raul Gazolla está treinando para viver técnico de MMA na próxima novela das 9 da Rede Globo (Foto: Adriano Albuquerque)


Na próxima novela das 9 da Rede Globo, "A Força do Querer", a protagonista Paolla Oliveira vai viver Jeiza, uma policial que sonha se tornar lutadora de MMA. O papel de treinador da personagem ficou com um ator com gosto pelo esporte: Raul Gazolla. Amigo de longa data de lutadores como Vitor Belfort e Ronaldo Jacaré, o veterano de 61 anos acompanha as lutas desde os tempos de Vale Tudo e desanda a falar quando o assunto é UFC.

- Faço palestras motivacionais e uso o MMA como exemplo pra tudo. Ninguém entra no ringue e é campeão sem nunca ter treinado. Todos esses caras treinam tudo incansavelmente, e o grande lance para você ser campeão é jamais subestimar o seu adversário. Acho que o caminho que o Jacaré está traçando é exatamente esse. Falei com ele há pouquíssimo tempo, falei, "Jacaré, não preciso te dizer nada, você é campeão, te conheço há muitos anos, mas nunca subestime seu adversário. Nunca ache que a luta vai ser fácil", e ele disse, "Eu nunca subestimo. Eu entro para lutar como se o cara fosse o melhor do mundo", e por isso que ele sempre ganha muito rápido e vai conquistar o cinturão dele, não tenho dúvida disso. O MMA me ensinou muita coisa na vida e continua me ensinando - contou o ator ao Combate.com.

Um exemplo das lições aprendidas por Gazolla é Randy Couture. Primeiro lutador a ser campeão de duas categorias de peso diferentes no UFC, o wrestler americano começou tarde no MMA, aos 34 anos de idade, e conquistou títulos no Ultimate aos 34, 40, 41 e 43 anos, sempre quebrando recordes de longevidade na companhia. Isso inspirou o ator, que também descobriu o jiu-jítsu tardiamente e foi campeão mundial sênior na faixa-marrom em 2002.

- O Randy Couture, eu sou fã dele incondicional, porque foi um cara que lutou até os 46 anos, mostrou que a idade não tem limites e, ao mesmo tempo, soube parar na hora certa. Vou te dizer, se eu tivesse que treinar com alguém, escolheria o Randy Couture, porque ele é um atleta que começou tarde, assim como eu, - comecei a treinar jiu-jítsu com 36 anos, aos 47 fui campeão mundial na faixa-marrom. Amo o esporte, hoje aos 61 continuo treinando, e quero levar isso para o resto da minha vida - conta.

Tudo isso tornou a vitória de Lyoto Machida sobre Randy Couture, na última luta da carreira do americano, ainda mais memorável. O brasileiro nocauteou o "Capitão América" em 30 de abril de 2011, no UFC 129, em Toronto, no Canadá (Relembre no vídeo abaixo).

- O Lyoto com o Randy Couture, o que dizer? Foi fantástica! Essa luta, eu calculava que o Lyoto poderia ganhar, mas eu sabia que o Randy poderia dar muito trabalho. Mas foi sensacional aquela luta. Ele deu um tobi geri (Mae Tobi Geri), não sei o nome desse chute, um chute frontal. Arrancou um dente mesmo com o protetor bucal! - descreve Gazolla.

O que mais impressionou o ator sobre Lyoto e sobre o MMA em geral, contudo, é a importância do fator psicológico nas lutas - algo que parece casar perfeitamente com o título da novela na qual vai atuar em seguida, "A Força do Querer". Gazolla exaltou a capacidade de Lyoto Machida, Anderson Silva e Ronda Rousey, em seus auges, de se impor através da mente.

- Eu comecei a perceber com o tempo que as lutas de MMA não eram vencidas pelos melhores atletas, mais bem preparados em todas as modalidades de artes marciais, porque todo mundo entrava bem preparado. Começou a ganhar aquele que era mais bem preparado fisicamente, que tinha mais resistência, e com o tempo percebi que todo mundo começou a se preparar fisicamente. Então, quem ganhava era aquele que estava mais preparado psicologicamente, e o Anderson e o próprio Lyoto ganhavam as lutas antes de entrar em cena! Eles estavam num andar superior. Isso me impressionava demais, porque eu via atletas lutando com o Anderson que eu dizia, "Esse cara nunca entrou no ringue", no entanto, contra outros atletas, eles eram brilhantes. Acontece que eles perdiam a luta antes da luta. Isso foi uma coisa que me impressionou muito, o poder da mente no esporte do MMA. O cara já era vencedor antes de entrar no ringue. Isso aconteceu com o Anderson, com o Lyoto e com a Ronda Rousey. Eles eram imbatíveis e, depois que perderam pela primeira vez, os outros atletas falaram, "Eles não são deuses! Eles são seres humanos", e aí lutavam de igual para igual - diz Gazolla, que adicionou treinos de muay thai, boxe e MMA aos seus treinos de jiu-jítsu para prepará-lo para a novela.


http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2017/03/minha-luta-inesquecivel-raul-gazolla-e-o-chute-de-lyoto-em-randy-couture.html
Assinatura
Glicose é a nossa meta

.Imortal.

Mensagens: 4158
Cadastro: 28/05/2012

Nível 3

Mensagem publicada em 25/03/2017 17:18
Esse tópico é surreal

TchecoMG

Mensagens: 3146
Cadastro: 31/05/2012

Nível 3

Mensagem publicada em 26/03/2017 12:04
.Imortal.
Esse tópico é surreal

.Imortal.

Mensagens: 4158
Cadastro: 28/05/2012

Nível 3

Mensagem publicada em 27/03/2017 17:28
TchecoMG
.Imortal.
Esse tópico é surreal



Mito demais, *
  • Novo tópico
Páginas:  1  | primeira | anterior | próxima | última
Quem está online
0 usuários cadastrados e 1 visitantes.
Onde estou?  Fórum UOL Esporte > Lutas
  •  
Média geral    5.0 (1 votos)

1 votos (100.0%)

Excelente

0 votos (0.0%)

Ótimo

0 votos (0.0%)

Bom

0 votos (0.0%)

Regular

0 votos (0.0%)

Ruim